menu.gif
Voz
Motricidade Oral
Linguagem e Aprendizagem
Câncer de Cabeça e Pescoço
Alterações Neurológicas
Cursos
Desenvolvimento Infantil
Audiçaõ
Comunicação
Estética
Idoso
Fonoaudiologia Escolar
Fonoaudiologia Empresarial
Fonoaudilogia
Links
Conselhos
Localização
Direitos Autorais
Cursos
Supervisão

 


 

A GAGUEIRA E SEUS SINTOMAS

 

Muitas teorias tentaram definir o fenômeno da gagueira e suas causas. A maioria delas a descreve um distúrbio de fluência que geralmente se inicia na infância, na fase pré-escolar e predomina no sexo masculino. A gagueira infantil , se não for tratada, pode acompanhar o indivíduo por toda vida.

Quando ocorre na fase adulta está relacionada a alterações psíquicas ou do Sistema Nervoso Central. Apresenta aspectos motores, psicolingüísticos, neurológicos e psicossociais importantes. Não tem uma causa específica e nenhuma gagueira é absolutamente igual à outra. Seus sintomas mais comuns são:

•  Pausas silenciosas antes do início da fala;

•  Severas repetições de sons, palavras ou frases (“ahn”; “euu...”; “mmmmamãe”; ”olha”; “você sabe”; etc.);

•  Utilização de apoios verbais: ‘tá”, né”, etc;

•  Substituição de palavras com sons difíceis por outras com outros sons (por ex. a palavra pr o bl ema);

•  Evitar olhar para o ouvinte ou desviar os olhos (geralmente para o chão);

Muita dificuldade para falar em público, em grupos e ao telefone. Tende a piorar na presença de estranhos e com pessoas de uma hierarquia mais alta (professores, chefes, médicos, etc.). Por isso o gago procura falar o estritamente necessário fora de seu círculo familiar e de amigos. Muitas vezes ele canta bem, pois na música a mensagem e o ritmo já estão prontos, ele sabe o quê e como vai falar. Nélson Gonçalves era gago e foi um dos maiores intérpretes da música brasileira.

As alterações emocionais caracterizam-se por conflito entre falar e não falar, medo das palavras, sentimentos conflitantes, ansiedade, tensão, irritação e autodefesa. Manifestam-se em função do esforço excessivo do gago em EVITAR a gagueira, levando a uma fala repleta de falhas de ritmo, pausas silenciosas, frases incompletas com esforço físico, alteração na sincronização entre a respiração e a produção da fala.

A partir da conscientização e do entendimento sobre o processo da gagueira o gago pode conhecer-se e melhorar sua auto-estima.

É importante lembrar que quanto mais precoce for o diagnóstico da gagueira melhor seu prognóstico.

Quando houver dúvidas, procure sempre o fonoaudiólogo. A prevenção é o melhor remédio.  

 

LEIA MAIS:

Gagueira Infantil

A Gagueira – Dicas de Prevenção

A GAGUEIRA - ORIENTAÇÃO PARA ESCOLAS E PROFESSORES

 

Para falar e ouvir procure sempre um Fonoaudiólogo.

 

 

 

Fga.Regina Nicolósi  

Copyright ©2003 Regina Nicolosi

Avenida Jandira, 295 Conjunto 503 – Moema – São Paulo – SP Telefone: (11) 5056-0870